sábado, 2 de junho de 2012

O QUE A BÍBLIA ENSINA SOBRE A CREMAÇÃO?




Devem os Cristãos ser cremados?

A Bíblia na verdade nada diz especificamente sobre o assunto de cremação. Pois o que realmente nos interessa é exatamente o que a Palavra de Deus diz sobre determinado assunto e não a divagação ou suposição de homens. 

Há exemplos no Velho Testamento de pessoas sendo queimadas até a morte (1 Reis 16:18; 2 Reis 21:6), e de ossos humanos sendo queimados (2 Reis 23:16-20), mas esses não são exemplos de cremação. É interessante notar que em 2 Reis 23:16-20, queimar ossos humanos no altar profanava o altar. Ao mesmo tempo, a lei do Velho Testamento em nenhum lugar proíbe um corpo humano falecido de ser queimado, nem aplica qualquer maldição ou julgamento a uma pessoa que é cremada.

Cremação era praticada nos tempos bíblicos, mas não era geralmente praticada pelos israelitas ou pelos crentes no Novo Testamento. Nas culturas nas quais a Bíblia se focaliza, enterro em uma tumba, caverna ou na terra era a forma comum de se dispor do corpo humano (Gênesis 23:19; 35:4; 2 Crônicas 16:14; Mateus 27:60-66). Enquanto sepultamento era a prática comum, a Bíblia em nenhum lugar comanda o sepultamento como a única forma permitida para se dispor de um corpo.

É a cremação algo que um Cristão pode considerar? Novamente afirmamos que não há nenhum comando bíblico explícito contra cremação. Alguns crentes são contra a prática de cremação porque acham que tal ação não reconhece o fato de que um dia Deus vai ressuscitar nossos corpos e reuni-los com nossa alma/espírito (1 Coríntios 15:35-58; 1 Tessalonicenses 4:16). No entanto, o fato de que um corpo ter sido cremado ou não, em nada dificulta a capacidade de Deus de ressuscitar tal corpo. 

Os corpos dos Cristãos que morreram milhares de anos atrás já se tornaram em pó completamente. Isso não vai de forma alguma tornar mais difícil que Deus ressuscite seus corpos. Na verdade a cremação não faz nada além de “apressar” o processo de tornar o corpo em pó. Deus é completamente capaz de ressuscitar os restos mortais de uma pessoa que foi cremada, assim como Ele é capaz de ressuscitar os restos mortais de uma pessoa que não foi cremada. 

O que dizer dos cristãos que foram queimados por ocasião da inquisição, por exemplo, acusados de hereges. No arrebatamento da igreja o Espírito Santo, num piscar de olhos, ou seja em 7 milésimo do segundo, encontrará os corpos dos cristãos não só queimados e suas cinzas espalhadas, como também: dos náufragos; dos esfolados; esquartejados; decapitados; crucificados; dos que viraram comida de feras, inclusive, comida de vermes e bichos, após serem enterrados; etc. 

Para o Espírito de Deus isso não será impedimento algum, pois Deus pela sua soberania, onipotência, onisciência e onipresença, bem sabe onde está cada partícula de seus filhos e seguidores que morreram na esperança de uma vida melhor.

A questão de enterro ou cremação faz parte da área da liberdade Cristã. Um pessoa, ou família, que está considerando esse assunto deve orar por sabedoria (Tiago 1:5), e seguir a convicção que resulta de suas orações.

Sola Scriptura.

Pr Pedro Pereira

4 comentários:

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  2. Realmente é um assunto polêmico, mas se a gente se apegar ao conceito de um sepultamento honroso e bíblico, creio que a Bíblia nos direcionaria para o sepultamento conforme os homens de fé encontrados na Bíblia, como ocorreu com Abraão e etc. A Lei mosaica ordenava que caso a filha de um sacerdote do Senhor se tornasse prostituta, ela deveria ser morta e depois “queimada no fogo”. (Levítico 21:9 "E quando a filha de um sacerdote começar a prostituir-se, profana a seu pai; com fogo será queimada"). Parece que ser cremado na Bíblia era associado ao castigo. De forma similar, quando a desobediência de Acã e sua família resultou na derrota de Israel em Ai, seus compatriotas os apedrejaram até a morte e depois os ‘queimaram em fogo’. (Josué 7:25 "E disse Josué: Por que nos perturbaste? O Senhor te perturbará neste dia. E todo o Israel o apedrejou; e os queimaram a fogo depois de apedrejá-los"). Há uma outra passagem que fala em Saul sendo queimado com os filhos, sem que aparentemente estivessem cumprindo o castigo da lei, seria este um caso isolado e não serviria como exemplo para se apoiar uma eventual formação de doutrina que nos direcionasse para o sepultamento ou cremação. (I Samuel 31:12-13 12 todos os guerreiros viajaram a noite inteira e tiraram os corpos de Saul e dos seus filhos da muralha de Bete-Sã; depois voltaram a Jabes e os queimaram ali. 13 Pegaram então os ossos+ e os enterraram debaixo da tamargueira em Jabes,+ e jejuaram por sete dias). Como o cremado foi o desobediente Saul e seus filhos, complica acreditar que seja honroso cremar). Pode ser que a cremação neste caso foi necessária, uma exceção à regra. A regra parece mesmo ser o sepultamento convencional.

    Não estou aqui afirmando que um cristão que opta pela cremação perca a salvação, mesmo por que após a morte segue-se o juízo e isso ocorre antes de ser enterrado ou cremado, mas de qualquer maneira, eu vou optar pelo conceito bíblico de sepultamento honroso e não como a maneira que pecadores ao extremo eram tratados pela Lei, ou seja, cremados!

    ResponderExcluir
  3. importante tema...muitas pessoas sentem dúvidas a este respeito, parabéns Pastor Pedro pela ajuda a elucidação...

    ResponderExcluir
  4. Só lembrando aos queridos irmãos que não vivemos mais no tempo da Lei, mas mesmo assim a lei do Velho Testamento em nenhum lugar proíbe um corpo humano falecido de ser queimado, nem aplica qualquer maldição ou julgamento a uma pessoa que é cremada. O sepultamento descrito na bíblia era conforme a CULTURA judaica e não poderia ser diferente. Mas, na verdade a forma da morte é o que menos importa, além disso enterrado ou cremado todos virarão pó, APENAS NA CREMAÇÃO ESSE PROCESSO SERÁ ACELERADO. É isso.

    ResponderExcluir