quarta-feira, 21 de dezembro de 2016

Não confunda Natal de Cristo com Natal Secular.

Fico observando alguns "entendidos" verberando contra o Natal Cristão, mas seus argumentos são contra o Natal Secular e nada disso tem a ver com o Natal de Cristo, vejamos:

Alegam que Jesus não nasceu em Dezembro, o que concordo, dando possíveis datas como: Março/Abril, por ocasião da morte do cordeiro pascoal; e Setembro/Outubro, por ocasião do dia da Expiação; portanto não comemoram o Natal de Cristo em Dezembro. A pergunta é, Então vocês comemoram o natal em abril ou setembro? NÃO!!!!???

Alegam que no dia 25 de dezembro se comemorava uma festa pagã. Ora, no seculo IV DC, a igreja substituiu uma festa pagã, comemorada ao deus sol, pelo Natal de Cristo, e isso foi muito bom. Os pagãos adoravam um deus falso, então a igreja mostrou a eles que deveriam comemorar o nascimento do Deus verdadeiro mostrando-lhes a Cristo... Será que isso é ruim? Quem estava em trevas veio para a luz, foi isso. Deixaram de adorar um deus falso e começaram a adorar um Deus verdadeiro, que é Cristo Jesus. Parabéns a igreja cristã da época.

Alegam que o Natal tem papai noel, gnomos, duendes, consumismo, comilança, etc. Meus amigos!! Não confundam Natal Cristão com o Natal Secular; para o Cristianismo o Natal é para celebrarmos o nascimento de Cristo, foi a data estipulada e aceita em todo o mundo cristão, haja vista não sabermos a data real do seu nascimento... O mais importante aqui não é o dia, mas o ato de celebrar o Nascimento do Deus encarnado; não há data mais propícia para anunciarmos a Cristo o salvador que se encarnou para redimir o homem perdido. Nosso Natal cristão não se limita em presentes e consumismo, mais em aproveitar o sentimento cristão no mundo e anunciar o verdadeiro sentido do Natal Cristão, que é Cristo o Salvador do Mundo.

Alegam que na bíblia não está escrito para comemorar o Natal. Meu Deus!!! E onde está escrito a sua proibição? Muitas coisas também não estão escritas diretamente em forma de ordenanças ou proibições, vejamos: Onde está escrito para se comemorar o seu aniversário? Mas você comemora. Onde está escrito para se comemorar o aniversário da Igreja, do Pastor, do casamento, do circulo de oração, do conjunto musical da sua igreja, etc? Mas nós comemoramos, não é? Pois é, meu amigo já no dia do nascimento do Messias, o Cristo salvador os homens deram pouca importância, a semelhança de muitos hoje, então Deus mandou os anjos do céu virem na terra comemorar o nascimento do seu filho: "Ora, havia naquela mesma comarca pastores que estavam no campo, e guardavam, durante as vigílias da noite, o seu rebanho. E eis que o anjo do Senhor veio sobre eles, e a glória do Senhor os cercou de resplendor, e tiveram grande temor.
E o anjo lhes disse: Não temais, porque eis aqui vos trago novas de grande alegria, que será para todo o povo: Pois, na cidade de Davi, vos nasceu hoje o Salvador, que é Cristo, o Senhor. E isto vos será por sinal: Achareis o menino envolto em panos, e deitado numa manjedoura. E, no mesmo instante, apareceu com o anjo uma multidão dos exércitos celestiais, louvando a Deus, e dizendo: Glória a Deus nas alturas, Paz na terra, boa vontade para com os homens". Lucas 2:8-14.

Em suma, Natal de Cristo nada tem a ver com o Natal secular, onde se apresenta com papais noéis, gnomos, duendes, etc; mas tem a ver com o grande plano da salvação, o envio do messias esperado, do filho de Deus encarnado que veio para salvar o mundo. A data é propícia para falar de Cristo, pregar sobre Cristo, cantar sobre Cristo, apresentar a esse mundo sem Cristo, o Cristo que Salva o pecador perdido - "Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna". João 3:16.

Nesse período as famílias se reúnem, o amor e a paz, bem como a generosidade estão em evidência. Aproveitemos a oportunidade para falarmos sobre a importância da família nos planos de Deus, o exercício da paz e do amor durante o ano inteiro, o como é melhor dar do que receber, numa geração onde as pessoas só pensam em si mesmas.

Nunca na história da igreja se contestou o Natal de Cristo, mas dos anos 90 pra cá, com argumentos de pseudos cristãos, como por exemplo os Testemunhas de Jeová, alguns incautos começaram a criticar e proibir a comemoração do Natal, com argumentos de um cristianismo desequilibrado e farisaico. Que voltem as cantatas de Natal, as apresentações cristãs sobre o nascimento do filho de Deus, que voltem os cultos de agradecimento pelo Natal.

Lembre-se o mais interessado em não falar do nascimento do salvador e sua encarnação é o espírito do anti cristo que já está entre nós: Porque já muitos enganadores entraram no mundo, os quais não confessam que Jesus Cristo veio em carne. Este tal é o enganador e o anticristo". 2 João 1:7.

Obrigado meu Deus pelo nascimento do seu Filho. Feliz Natal de Cristo, a todos.

 Pr Pedro Pereira